Curiosidades

Sabedoria: uma conquista

 

FB_IMG_1528200518711
Coruja Vermelha – Nativa da Ilha de Madagascar

Aquele que não sabe, e pensa que sabe. Ele é tolo. Evite-o.
Aquele que sabe e não sabe o que sabe. Ele está adormecido. Desperte-o.
Aquele que sabe e não admite o que sabe. Ele é humilde. Guie-o.
Aquele que sabe e sabe o que sabe. Ele é sábio. Siga-o.

Autor: Desconhecido.

Obs: Esse é um provérbio adaptado, de origem árabe ou persa. A autoria do texto tem sido erroneamente atribuída ao ator Bruce Lee.

O que se sabe sobre a Sabedoria?

Segundo o dicionário: substantivo feminino que significa;

  1. qualidade, caráter de quem é sábio.
  2. Grande instrução, ciência, erudição, saber.

A palavra sabedoria provém do grego sophia e significa “inteligência plena”, isto é, excelência mental no sentido mais pleno. Entretanto, sophia inclui não apenas o conhecimento, mas a habilidade e o julgamento para aplicar tal conhecimento às circunstâncias e situações da vida, pois só o conhecimento não garante a atitude correta nem conclusões acertadas. A sabedoria ajuda a atribuir o valor correto a tudo o que compete por nossa atenção e garante o uso adequado do conhecimento ao buscarmos a atitude certa.

No sentido comum, sabedoria é a qualidade que dá sensatez e prudência às pessoas.

No sentido religioso, é o conhecimento inspirado nas coisas divinas.

Seu estudo, data de 3.000 a.C., no Antigo Egito.  Para os antigos Gregos, Athena, era a deusa da sabedoria e protetora da cultura. Para os Romanos, Minerva era equivalente a Athena.

No mundo moderno, a sabedoria é menos procurada que o conhecimento e os considerados sábios proferem palavras que estão longe da verdade. Isso ocorre porque sua filosofia básica e sua perspectiva de vida são determinadas por falsas teorias quanto ao certo e ao errado.

Seu conceito psicológico evoluiu a partir de 1990 com os estudos das formas variadas da inteligência. A busca pela excelência, no campo da psicologia positiva, impulsionou a pesquisa sobre a sabedoria, associando-a à inteligencia. No início dos estudos, em 1980, percebeu-se que, pessoas consideradas sábias eram portadoras dos seguintes aspectos: conhecimento, compreensão e experiência.

A sabedoria, então, é algo relacionado à aquisição de conhecimento, acrescido dos aspectos emocionais e afetivos que, quando resultam num comportamento adequado, pode elevar a um nível excepcional o desempenho de uma pessoa. 

O estudo psicológico sobre a sabedoria, gerou duas teorias:

  • a implícita e;
  • a explícita.

Num resumo dos conceitos implícitos, a sabedoria envolve inteligência, maturidade e criatividade – refletindo estado de espírito e comportamento equilibrados.

Já os explícitos, defendem ser a sabedoria uma característica individual, própria da personalidade, fruto do pensamento.

Assim, de um lado se pode definir a sabedoria como o uso do conhecimento associado à experiência ou, contrariando este conceito, ser uma característica pessoal que certos indivíduos possuem como parte de sua personalidade, e não necessariamente ligado aos conhecimentos adquiridos.

A sabedoria está relacionada à experiência, à maturidade que adquirimos com a vida, em contraposição ao talento – que é uma habilidade nata.

Porque a Coruja é o símbolo da Sabedoria?

“Em latim é Noctua, “ave da noite”. Noturna. É símbolo da reflexão, do conhecimento racional aliado ao intuitivo que permite dominar as trevas. Apesar de haver uma forte associação desta ave à escuridão e a sentimentos tenebrosos, o que é natural a um ser noturno, o fato de ela ter sido atribuída à deusa grega Athena, também a tornou símbolo do conhecimento e da sabedoria para muitos povos.

A coruja é uma excelente conhecedora dos segredos da noite. Enquanto os homens dormem, ela fica acordada, de olhos arregalados, vigiando as trevas.

Em muitas culturas, tornou-se uma poderosa conhecedora do oculto.

Eis a ave da deusa da Sabedoria e da Justiça, sempre atenta, cujo pescoço gira 360º, possuidora de olhos luminosos que, enxergam tudo.

Devido a todos esses atributos, a Coruja simboliza, além da Sabedoria, também a Filosofia.

Espécimes raros, de corujas, nativas da Ilha de Madagascar.

Outros textos que você pode curtir:

Quão sábio você é ?

Até mais!

BIBLIOGRAFIA:

  • Barros-Oliveira, J. H. (2005). Sabedoria: Definição,dimensionalidade e educabilidade, 39(2), 151-173

5 comentários em “Sabedoria: uma conquista”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.