Hoje é dia de?

Dia Mundial da Alergia

Oi gente!

Bom, primeiramente, eu nunca tinha ouvido falar que existia um dia Mundial da Alergia. Descobri, casualmente, olhando o calendário do meu celular, que mostra o que se comemora em todos os dias do ano. Como hoje é o dia do Padeiro e sempre escrevo uma mensagem para o profissional do dia, achei que era só isso, mas a Alergia tá no pacote do dia 08 de Julho.

08_07__dia_mundial_da_alergia__01.jpg

Minha primeira impressão foi: nossa, que mórbido, comemorar doença.

Mas a intenção é bem outra. É alertar as pessoas para um cenário que pode levar à morte.

A alergia é uma resposta do sistema imunológico as possíveis ameaças e invasores, sejam elas substâncias ou agentes agressivos ao organismo.

Geralmente, as alergias são de origem genética, mas só apresentam sintomas a depender da exposição do indivíduo aos reagentes como: insetos, alimentos, fungos, pólen, pelos de animais, etc…

As alergias podem acontecer em qualquer etapa da vida e em todas as faixas etárias. Por esse motivo, as alergias merecem total atenção, pois, conhecê-las e saber como tratá-las significa melhorar a sua qualidade de vida.

Algumas alergias são bem chatinhas, irritantes e extremamente inconvenientes, mas, não causam maiores danos. No entanto, algumas são tão graves, que podem matar, caso o paciente não receba atendimento médico a tempo.

Eu sou alérgica a algumas coisas, como: amaciante de roupas, que me pinica a pele, água sanitária, que causa uma irritação na pele e coça muito, poeira, que me faz espirrar muito e talvez alguma substância química ou alimentos que ainda desconheço.

Mas tem pessoas que tem alergia a medicamentos, como é o caso de uma sobrinha. Ela só pode tomar paracetamol e nada mais para dor. Numa ocasião, há uns anos atrás, ela tomou um remédio para dor de cabeça, na casa de uma amiga, que não sabia que ela era alérgica e teve que correr às pressas pro hospital, porque ela estava tendo um edema de glote. A garganta incha e a pessoa não consegue respirar e pode morrer asfixiada.

Isso poderia ser um simples episódio de alergia, mas acabou se transformando numa síndrome de pânico. Traumatizada pelo episódio, ela passava mal do nada e achava que estava sufocando. Muitas vezes tivemos que sair correndo, para levá-la ao hospital, simplesmente para o médico dizer que não era nada. O que ela sentia era medo e ele paralisa nossa mente e nos domina.

Graças a Deus hoje ela está curada do medo, mas continua alérgica.

Algumas pessoas não sabem que são alérgicas, até ter a primeira crise.

É o caso de pessoas que tem alergia a medicamentos e alimentos.

Eu tenho uma amiga que é tão alérgica a frutos do mar, que não precisa nem comê-los, basta tocar no produto que começa o processo de alergia: pele impolada, glote querendo fechar, olhos lacrimejando e aí é correr pro hospital ou tomar o anti-histamínico o mais rápido possível.

Outra coisa grave é quando a pessoa não sabe se tem alguma alergia, passa mal, tem que ir para alguma emergência e quando chega lá o plantonista pergunta (ou às vezes não pergunta), se a pessoa é alérgica a alguma substância e como a pessoa não sabe, recebe uma medicação para dor, como aconteceu com uma pessoa da minha família, alérgica a dipirona. Uma enxaqueca levou-a até a emergência e lá o plantonista ministrou a dipirona e foi uma grande tragédia, porque a paciente começou a ficar vermelha e inchada e se não fosse imediatamente assistida, poderia ter morrido dentro do hospital.

Quando lembrei desses episódios reais, passei  a entender e decidi divulgar o dia Mundial da Alergia.

Allergy Icons Flat Set

Existem muitos tipos de alergias que nem imaginamos. Vou relacionar algumas que tenho conhecimento, através de médicos da família:

  • Alimentos;

Alguns dos principais sintomas são inchaço ou coceira nos lábios, diarreia, vômitos e até mesmo rouquidão. A alergia alimentar geralmente começa na infância, mas pode ocorrer em qualquer idade. Algumas desaparem com o tempo, mas algumas  alergias, como: amendoim e frutos do mar tendem a durar a vida toda. O ideal é procurar um médico e evitar a ingestão dos itens. Outros alimentos que podem causar alergia: chocolate, leite, glúten, ovo, etc…

  • Produtos e tecidos;

Algumas pessoas têm a pele mais seca do que o restante, e com a temperatura baixa do ambiente e banhos quentes prolongados, a pele tende a ficar mais sensível, áspera e irritadiça. Isso piora com o contato de certos tecidos (principalmente no inverno, quando normalmente se usam texturas mais grossas como lãs). Além disso, algumas pessoas são alérgicas a produtos (sabão em pó e amaciante), que lavam as roupas ou produtos que se usam para hidratar ou limpar a pele.

  • Respiratórias;

São  causadas por alérgenos no ar que contaminam o ambiente: poeira, mofo, ácaros, pólen de plantas, entre outros. Geralmente causam espirros, coriza, coceira nos olhos, falta de ar, tosse, dores de cabeça e podem contribuir para doenças como a rinite, asma e sinusite. Roupas, cobertores e edredons, guardados por muito tempo, também podem conter uma concentração maior de ácaros e mofo e desencadear crises respiratórias, portanto, devem ser lavados e arejados com frequência. O uso de tapetes e cortinas também deve ser evitado, pois acumulam poeira.

  • Medicamentos;

A alergia a medicamentos é comum e varia de efeitos mais moderados, como náusea e vômitos, a mais grave, como, dificuldade respiratória. Normalmente, os principais sintomas das alergias medicamentosas são: coceira na pele ou olhos, erupções cutâneas, inchaço dos lábios, língua ou rosto e urticária. Se a pessoa perceber qualquer sintoma após o uso de um medicamento, deve procurar seu médico, que avaliará se é um efeito colateral do medicamento, ou, uma reação alérgica.

  • Insetos;

A alergia a picada de insetos causam lesões na pele, onde comumente aparecem bolinhas, sobre uma área da pele avermelhada. Algumas vezes, dependendo da sensibilidade da pessoa, toda região do corpo pode ficar inchada e vermelha. O número de lesões é variável e a coceira é sempre muito intensa. Os insetos que mais causam alergias são: pernilongos, abelhas , formigas, carrapatos e pulgas. Deve-se evitar coçar o local, pois isso pode gerar cicatrizes e até uma infecção por bactérias (trazidas pelas unhas). Um fato que lembrei, foi no filme, Meu Primeiro Amor, com Macaulay Culkin, onde o ator mirim morre, após ser picado por abelhas. Ele era alérgico ao inseto.

  • Pelos de animais;

Quando se fala em alergia a animais, muitos associam a causa do problema aos pelos. Mas, na realidade, o problema é o grande aumento de ácaros no ambiente, causado pela presença dos bichos. Isso ocorre porque, além de pelos, os animais soltam muita pele – e o ácaro, que se alimenta disso, procria rapidamente e contamina o ambiente. É recomendável evitar que ambientes com animais tenham muitos tapetes e móveis estofados e que os animais durmam no mesmo ambiente que a pessoa alérgica

Bom gente, acho que a importância de entender sobre alergias ficou clara, pelo menos para mim. Ninguém está imune a nada. É importante fazer com que as pessoas saibam que somos portadores de alergias, para nossa própria segurança.

Mais saúde e menos alergias!

Divulgue este dia Mundial da Alergia.

Um comentário em “Dia Mundial da Alergia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.