Hoje é dia de?

Dia de Proteção às Florestas

No dia 17 de julho, comemora-se o Dia de Proteção às Florestas.

17 de julho__01__01.jpg

Em meio a campanhas de conscientização e mobilizações contra o aquecimento global, a preservação dos biomas é um alerta corriqueiro, entretanto boa parte das florestas já foi desmatada, tornando impossível fazer um levantamento sobre o número de espécies extintas. Se o pensamento de preservação não existir, muitas outras correm o risco de sumir para sempre. Impactos como este toda a biodiversidade presente em uma floresta.

O Dia de Preservação às Florestas foi criado exatamente com esse objetivo: conscientizar a população brasileira da necessidade de manter e recuperar as áreas verdes devastadas, principalmente por fatores não naturais (atividade humana), como especulação imobiliária, abertura de estradas, espaço para a agricultura e o maior de todos, as grandes empresas madeireiras.

O desenvolvimento a qualquer custo é um inimigo das florestas, mas é possível agir e desenvolver um País de forma sustentável, através de leis rígidas que combatam a devastação em massa e garantam o replantio das áreas afetadas.

Infelizmente, esses números vêm diminuindo por conta da agropecuária e da indústria madeireira. Apenas entre os anos de 2001 e 2002, o índice de desmatamento aumentou em 40%. Um índice intolerável.

Diante desses números, cabe aproveitar a data para refletir sobre nossas atitudes e repensar as políticas públicas ambientais. Há diversas ONGs engajadas em preservação do meio ambiente que buscam voluntários e a população também tem o direito e o dever de cobrar as autoridades responsáveis e fazer denúncias sobre exploração ilegal de reservas naturais.

O Aprendendo com a Natureza é um projeto educacional que é realizado em escolas públicas, orientando as crianças do Ensino Fundamental.

Em 2003, para preservar a Floresta Amazônica, a Philips criou o Bosque Ecológico Philips da Amazônia, uma área de 45 mil metros quadrados, que abriga diversas espécies vegetais e animais da região e possui uma Estação de Tratamento de efluentes biológicos. Um grande exemplo.

A Amazônia representa mais da metade das florestas tropicais remanescentes no planeta e compreende a maior biodiversidade em uma floresta tropical no mundo. Nós temos um tesouro no Brasil e estamos perdendo ele para piratas da cobiça e da ganância.

Bom, já que estamos falando de florestas, vamos relembrar o folclore brasileiro, tão rico em lendas. E não podia deixar de citar o Curupira, tão temido na época de escola.

A lenda do Curupira – Protetor das Florestas

a0074c9b4896a3555a3918b39e8756e5__01__01.jpg

Essa figura do folclore é conhecida pelos seus cabelos vermelhos e pelos pés virados para trás. Seus pés virados ajudam, segundo a lenda, a enganar os inimigos, uma vez que seus passos ficam na posição trocada, dando a falsa impressão de que estão chegando perto dele, quando, na realidade, acontece o contrário.

Segundo o folclore, o Curupira protege as florestas das agressões constantes do homem, tais como desmatamento e caça de animais. Os agressores são atraídos por essa figura e nunca mais retornam, perdendo-se na mata. No caso de caçadores, o Curupira é conhecido por transformar a família deles em caça e, só após o caçador ter matado seus familiares, ele reconhece que, na realidade, eram pessoas de sua família. A lenda também afirma que os índios levavam presentes para evitar o terrível ataque do Curupira. Além de aniquilar os destruidores da floresta, o Curupira possui a capacidade de ressuscitar os animais mortos pelo homem. Bem que podia ser verdade né?

Apesar de ser apenas uma lenda, hoje sabemos que existem diversos profissionais que realmente protegem diariamente nossas florestas. Chico Mendes destacou-se como um importante homem que levantou a bandeira da luta contra a destruição da Amazônia. Ele realizou diversos trabalhos e lutou ativamente contra o desmatamento e o massacre aos índios. Em virtude de sua luta, gerou revoltas e começou a receber ameaças, sendo morto em 1988.

Outro caso bastante conhecido e que merece reconhecimento é o da missionária Dorothy Stang, morta em uma emboscada em 2005. Essa grande figura era conhecida por proteger a floresta da ação de madeireiros, grileiros e fazendeiros, mas acabou perdendo a vida por defender essa importante causa.

Entretanto, vale salientar que não existem apenas essas duas figuras importantes em nossa história, vários ativistas, biólogos, engenheiros, professores e outros profissionais lutam diariamente contra a destruição das florestas, sendo esses os verdadeiros “Protetores das Florestas”. Essas pessoas são constantemente ameaçadas e mortas por se posicionarem contra assuntos de grande interesse econômico, como é o caso dos madeireiros.

Vamos pensar mais verde e defender esse patrimônio inestimável, que são nossas florestas. Essa é uma luta de todos nós!

Sejamos todos Curupiras!

Plante essa ideia!

conectacte-con-tu-entorno-en-el-dia-mundial-del-medio-ambiente-ap-archivo.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.