Astrologia

Astrologia – origem

Os registros mais antigos sugerem que a astrologia surgiu no terceiro milênio a.C., ou seja, antes da Pré-história( período da história anterior à invenção da escrita e do uso dos metais).  

A astrologia teve um importante papel na formação das culturas, e sua influência é encontrada na astronomia antiga, nos Vedas (uma das escrituras religiosas mais antigas da humanidade. O conjunto destas escrituras é fonte da espiritualidade e do patrimônio cultural da Índia. Para os hindus, os vedas formam a origem dos seus valores filosóficos, culturais e sociais. A palavra veda em sânscrito significa precisamente saber)  e em várias disciplinas através da história. De fato, até a Idade Moderna, astrologia e astronomia eram quase a mesma coisa. A astronomia começou a divergir gradualmente da astrologia desde o tempo de Ptolomeu (cientista grego que viveu em Alexandria, uma cidade do Egito. Ele é reconhecido pelos seus trabalhos em matemática, astrologia, astronomia, geografia e cartografia).  Essa separação culminou no século XVIII com a remoção oficial da astrologia do meio acadêmico.

Inicialmente, o homem limitava-se a olhar a abóboda celeste e observar o movimento dos astros.

Foi somente na Pré-história que os astrônomos e astrólogos, começaram a correlacionar os eventos celestes, com os acontecimentos terrestres.

É incrível saber que numa época tão rudimentar, sábios já conseguiam distinguir a posição do sol em relação às estações do ano, fato que pode ser comprovado, historicamente, através de elementos megalíticos, como: Stonehenge (na Inglaterra) e Carnac (na Bretanha).

Stonehenge pode ser a maior maravilha do mundo pré-histórico. Com certeza, é um de seus maiores mistérios. O círculo foi deliberadamente alinhado com o nascer do sol do solstício de verão, o amanhecer do dia mais longo do ano.

O astrônomo Sir Fred Hoyle, declarou que Stonehenge é um computador pré-histórico, programado para prever os eclipses do sol e da lua.

topic-stonehenge-gettyimages-682586546__01__01
Stonehenge, Inglaterra. Fonte: Wikipedia

Na Bretanha, no entanto, existe o maior sítio megalítico, são mais de 2.800 pedras alinhadas, abrangendo quatro quilômetros de diâmetro e 40 hectares de área. A pedra mais alta tem quatro metros de altura. A título de comparação, Stonehenge tem hoje 83 pedras.

Alguns historiadores, consideram os alinhamentos de Carnac, como uma representação de partes do céu astronômico,  com todas as suas constelações.

Screenshot_20200123-110908__01
Carnac, França. Fonte: Wikipedia

Os astrólogos afirmam que o movimento e as posições dos corpos celestes podem influenciar diretamente ou representar eventos na Terra e em escala humana. Alguns astrólogos definem a Astrologia como uma linguagem simbólica, uma forma de arte, ou uma forma de vidência, enquanto outros definem como ciência social e humana.

Nenhum estudo científico realizado até hoje mostrou a eficiência da astrologia para descrever personalidades ou fazer previsões e por isto, ela é considerada pela comunidade científica  uma pseudociência ou superstição, não compatível com o Método Científico.

Por outro lado, alguns testes psicológicos mostram que é possível elaborar descrições de personalidade e previsões suficientemente genéricas para satisfazer a maioria dos membros de um grande público ao mesmo tempo. Este é o efeito conhecido como o Efeito Forer (Este efeito explica parcialmente a grande aceitação obtida por certas crenças e práticas como astrologia, para avaliação de personalidades).

A ferramenta principal da astrologia é o Horóscopo (também conhecido como mapa astral). Este mapa é um diagrama que representa a posição dos corpos celestes vistos de certo local, que pode variar desde o centro da Terra, à sua superfície, e até tendo o Sol como ponto central. A interpretação do mapa leva em consideração a posição destes corpos em relação aos signos do zodíaco.

Screenshot_20200123-114639__01__01Screenshot_20200123-114430__01__01__01

Há diferenças na forma como, várias civilizações, interpretação a Astrologia. Veremos isso em outros posts.

Referência:

  • Alexandre Wuensche, Carlos (2009). «Astronomia versus Astrologia.
  • Faculty of Astrological Studies, London.
  • Astrological Lodge of London.

Um comentário em “Astrologia – origem”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.