Viagens, Vida real

Micos e perrengues de viagem #1

Oi gente!

Eu já postei aqui, que uma das coisas que mais amo na vida é viajar!

viajar é preciso

Mas as vezes as coisas fogem do nosso controle e aí, a gente se perde e haja pagar mico!!!…em algumas situações foram gorilas, verdadeiros King Kongs. E pode evoluir de mico pra perrengue, que é mil vezes pior. Neste caso, foi um perrengue de matar de raiva, pela minha lerdeza. Mas eu não sou lerda tá?

Já viajei por muitos países e inúmeras cidades, tenho recordações maravilhosas, mas tem alguns momentos que eu desejaria que nunca tivessem acontecido, de tão surreais.

Essa vai ser uma série de posts, porque se eu escrever tudo de vez, vai ter mais linhas que uma lista telefônica.

Eu vou começar de forma aleatória, sem hierarquizar os piores, pra não chocar demais.

Tarragona – é uma cidade no nordeste da Espanha, com uma estação de trem com apenas 2 plataformas, de tão pequena que é. A cidade é muito fofa, cheia de Arquitetura antiga, do jeito que eu gosto (eu sou arquiteta), gente hospitaleira, clima super agradável, mar, comida boa… tudo de bom!!!

Eu tinha acabado de sair de Valência e tava super relax, porque é outra cidade massa e eu adoro a Espanha. Peguei meu trem, com destino a Barcelona Sants, com parada em Tarragona, hiper lotado, mas como eu tinha minha poltrona reservada, então tava tudo certo.

Teria sido tudo perfeito, se eu simplesmente, não esquecesse de descer na estação de Tarragona…sim, eu passei batida e fui parar em Barcelona. Trem cheio, uma galera de adolescente no maior papo, aquela zoeira e eu ouvindo tudo, menos a mulher do trem anunciar a parada…quando as portas fecharam e o trem recomeçou a andar, eu saí do transe que eu devia estar e saí desabalada pelo corredor do trem, pra dizer que eu precisava descer.

Mas, em qual lugar do mundo um trem para no meio do nada pra uma esquecida descer, fora da estação???…NENHUM.

Aí eu perguntei qual a próxima parada, pra eu descer e voltar. O funcionário, depois de me dar um molho, conferindo os bilhetes, me fala na boa: só para agora em Barcelona.

Só não caí dura, porque não sou dessas e o trem tava tão cheio, que eu nem ia ter onde cair.

Acho que os adolescentes pensaram que eu era doida ou tava drogada.

Detalhe: apesar de ser só uma hora de trem, de Tarragona até Barcelona, quando eu cheguei em Barcelona, não tinha mais trem de volta.

Quase caí dura pela segunda vez…

Como eu não sou daquelas que se desesperam, fui procurar um buzu pra voltar pra Tarragona, porque trem, só no dia seguinte e eu não tinha onde dormir e tinha uma mala (pelo menos tinha rodinhas) e uma mochila pra cuidar.

Eram 18:20h, quando o trem parou na estação Barcelona Sants. Tinha um buzu saindo 18:30h de Barcelona pra Tarragona.

Fiquei feliz por 2 segundos, porque lembrei que a estação de ônibus é Barcelona Nord, que fica a 5 minutos de metrô, da Sants. Só que a estação é gigante e só o percurso até a plataforma, já era quase outro dia.

Nessa hora deu vontade de jogar minha mala no trilho do trem, mas, fiz a equilibrada, peguei o metrô, desci na estação Nord e fui pro guichê comprar passagem pra outro horário.

Detalhe: eram 18:40, eu tinha perdido o buzu, por 10 minutos e o próximo só saía 21:00h.

Quase caí dura pela terceira vez, mas dessa vez eu caí num banco da estação e não tentem imaginar a quantidade de palavrões que eu falei mentalmente, porque eu fui de A a Z e ainda inventei outras letras.

Imagine uma pessoa que saiu às 14:00h de Valência, ia chegar 17:20h em Tarragona e depois desse perrengue todo, chega às 22:30h na estação, porque no hotel cheguei 23:00h, parecendo que tinha sido atropelada pelo trem…cansada, com sono, toda estropiada e totalmente estressada.

Mas, como Deus é Pai não é padrasto, pra amenizar meu estresse, fui atendida por uma fofa na recepção e depois que eu contei minha odisseia, ela foi esquentar água, pra fazer um chá de camomila pra mim.

É como diz o ditado: “depois da tempestade sempre vem a bonança”.

Enfim, fui pro meu quarto, tomei um banho de quase 1 hora, tão quente que quase  cozinhei, mas, relaxei e dormi que nem uma pedra.

É gente, apesar de ter sido um perrengue, os dias em Tarragona foram muito legais, tanto que eu nem queria ir embora.

Fiquei amiga do dono do hotel e da fofa da recepção e prometi voltar um dia…

Só não sei se vai ser de trem…vai que rola um flashback???

Beijos e até o próximo perrengue ou mico.

Texto: Lila Amaral.

Olha minha carinha de feliz, depois do perrengue!!!

Screenshot_20200126-032656__01
Porto de Tarragona, Espanha

3 comentários em “Micos e perrengues de viagem #1”

  1. Pois é… Basta uma pequena distração pra essas coisas acontecerem. E ainda bem que vc conseguiu convencê-los que foi mesmo uma distração e que seu destino era Terragona. Se não eles poderiam lhe cobrar o trecho não pago Terragona-Barcelona.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.