Turismo, Viagens

Chapada Diamantina – lugares imperdíveis na Bahia #2

Eu sou SOTEROPOLITANA!…quem nasce em Salvador, capital do Estado da Bahia, no Nordeste brasileiro.

A Bahia, tão cantada em versos e prosas, cenário de muitos filmes, séries, n okovelas e livros é uma terra porreta, mas não é só Salvador que é legal. Existem muitos lugares incríveis para visitar e hoje eu me inspirei em um deles, pra escrever o segundo post da série, lugares imperdíveis na Bahia.

A Chapada Diamantina é uma região de serras, protegida na categoria de parque nacional, composta por 24 municípios e é sobre alguns deles que farei meu relato de viagem e sugestões turísticas.

Screenshot_20200204-174823__01
Cachoeira das rodas, Chapada Diamantina, Bahia. 

A Chapada Diamantina é uma região de serras, protegida na categoria de parque nacional, composta por 24 municípios e é sobre alguns deles que farei meu relato de viagem e sugestões turísticas.

A Chapada Diamantina está situada no centro do estado da Bahia e é nesse trecho onde nascem quase todos os rios das bacias dos rios, Paraguaçu, Jacuípe e Rio de Contas. Some-se a isso um dos trechos com as maiores altitudes do Nordeste brasileiro. O resultado: uma região riquíssima em quedas d’águas, cada uma mais linda que a outra.

Eu já fui muitas vezes à Chapada Diamantina e em muitos lugares incríveis, mas sempre passo por Lençóis, onde o povo super acolhedor, te recebe de portas abertas, sempre com um cafezinho coado na hora e um delicioso bolo de milho e onde você pode apreciar o colorido do casario.

A partir de Lençóis, tem alguns lugares que não deixo de visitar, pela beleza, pela diversão e porque são próximos e fáceis de chegar.

Um é o Ribeirão do Meio, que fica a menos de 4 km de Lençóis e dá pra ir andando. É um escorrega natural de pedras, que termina num grande poço, que mais parece uma grande piscina de águas escuras e geladas, do Rio Ribeirão. Mas, é delicioso e é um programa gratuito, onde toda a família pode participar. Além do banho gostoso, pode fazer picnic e passar um dia maravilhoso.

Screenshot_20200205-122121__01
Ribeirão do Meio, Chapada Diamantina, Bahia.

Outro passeio próximo, que é uma delícia é  o Serrano. A trilha demora aproximadamente umas três horas e meia.

O Parque Municipal do Serrano é uma das atrações mais visitadas da Chapada, pois reúne lugares como o Salão de Areias Coloridas, as piscinas naturais, chamadas de Caldeirões, as cachoeiras: Primavera e Cachoeirinha e o Poço Halley. Ou seja, dá pra fazer um super tour, com várias atrações, no mesmo dia e pra chegar, basta uma caminhada de mais ou menos 15 minutos a partir de Lençóis.

A primeira beleza natural do Serrano são os Caldeirões, antigo local de garimpagem, onde muitos buracos e piscinas podem chegar até quatro metros de profundidade. A água escura é pela quantidade de ferro e minérios, mas é super limpa, não tem com o que se preocupar.

Após as piscinas naturais, a caminhada pelo Parque do Serrano revela outras belezas como o Salão de Areias Coloridas.

Screenshot_20200218-194422__01
Salão de areias coloridas, Serrano, Chapada Diamantina, Bahia.

Saindo do Salão de areia, tem o poço Halley, onde a água é límpida, o lugar tranquilo e a mata no entorno super bonita.

Screenshot_20200218-195415__01__01
Poço Halley, Serrano, Chapada Diamantina, Bahia.

Depois de curtir o poço Halley, ainda tem mais belezas pra aproveitar.

A Cachoeirinha, que é uma pequena queda dágua, mas um lugar bem gostoso pra relaxar.

Screenshot_20200218-200750__01
Cachoeirinha, Chapada Diamantina, Bahia.

E ainda tem a Cachoeira da Primavera, que é outro lugar mágico na Chapada.

Screenshot_20200218-204750__01
Cachoeira da Primavera, Chapada Diamantina, Bahia.

E pra fechar essa trilha do Serrano com chave de ouro, não podia faltar um mirante, onde é possível ter uma belíssima vista panorâmica desta região da Chapada Diamantina.

Screenshot_20200218-205258__01
Mirante do Serrano, Chapada Diamantina, Bahia.

Bom gente, esses são os lugares próximos a Lençóis, que dá até pra fazer em um único dia, se você estiver com pouco tempo pra ficar na Chapada. Mas, não termina aqui não!

Saindo de Lençóis, em direção a Palmeiras, no caminho você já se deslumbra com paisagens espetaculares, como o Morro do Pai Inácio, o Morro do Camelo e o Morrão. Todos são formações rochosas, com vistas espetaculares, mas pra subir, tem que ter fôlego, preparo físico, conhecimentos de escalada e de preferência um guia local pra acompanhar.

O percurso até Palmeiras, dura em torno de uma hora, indo de carro. Os mais dispostos fazem o percurso caminhando ou de bike.

Screenshot_20200205-123043__01
Morro do Pai Inácio, Chapada Diamantina, Bahia.
Screenshot_20200218-211956__01
Morro do Camelo, Chapada Diamantina, Bahia.
Screenshot_20200218-211936__01
Morrão, Chapada Diamantina, Bahia.

São ou não vistas de tirar o fôlego? A Chapada Diamantina é uma surpresa atrás da outra.

Chegando em Palmeiras, dificilmente fico por lá, porque prefiro ficar na Vila do Capão, onde está uma das maiores atrações da Chapada, a Cachoeira da Fumaça, uma queda dágua de 380m de altura, que a maior do Brasil, após medição realizada em 2018. O nome é porque pela altura da queda, a água evapora-se, formando um visual como se fosse fumaça no ar. A subida até o topo, dura em torno de 1 a 2 horas, depende do pique de cada um.

Ainda na Vila do Capão, tem a cachoeira das Rodas. É uma queda d’água com altura muito menor que a Fumaça, mas muito maior em volume de água, principalmente depois que chove muito. A água é tão forte que pode arrastar uma pessoa corredeira abaixo, então, tenha cautela. Mas é um espetáculo!

O bom de ficar no Capão é que é tranquilidade total. Se quiser fazer atividades mais alternativas, tem um SPA Holístico maravilhoso, com muitas coisas pra relaxar e renovar as energias, pra enfrentar as longas caminhadas, porque tem um monte de lugares ao redor, pra desbravar.

Indo um pouco mais além de Palmeiras, pegando a BA 122, para o município de Iraquara, está um dos lugares mais bonitos da Chapada.

A gruta da Pratinha, localizada na fazenda de mesmo nome, tem a terceira água mais clara do mundo, sendo considerada o Oásis do sertão. A piscina natural é perfeita para mergulhar e o visitante recebe máscara de mergulho ao entrar na caverna. Mas as atividades são todas pagas ok? 

Atividades não faltam nesse refúgio: tem restaurante, café, tirolesa, caiaque, pedalinho, mergulho, Stand up pedal e massagem. Só a gruta, com sua piscina cinematográfica já são tudo de bom, agora imagina com esse monte de coisas legais pra fazer??? É o paraíso!

Ainda em Iraquara, você vai se surpreender ao saber que existem cavernas do período cambriano. Depois de uma descida íngrime, por escadas em meio à vegetação, você vai chegar à Gruta da Lapa doce.

São 20 quilômetros mapeados, sendo 850m abertos à visitação. Nos demais quilômetros, podem ser vistas pinturas rupestres.  O maior salão da gruta possui 60m de largura e a entrada com 72m de altura é uma experiência impactante.

A gruta é repleta de estalactites e estalagmites, que levaram milhões de anos para se formarem, por isso, no seu interior, você vai ver áreas isoladas, para proteção desse patrimônio. Esse passeio só é permitido com guia e ao entrar na gruta, todos recebem uma lanterna.

O momento mais incrível desse passeio é quando estamos no meio da gruta e o guia pede que apaguemos as lanternas e fiquemos em silêncio, apenas sentindo a energia do lugar. É uma experiência inesquecível!

Screenshot_20200204-223351__01
Acesso à gruta da Lapa doce, Chapada Diamantina, Bahia.
Screenshot_20200204-223259__01__01__01
Entrada monumental da gruta da Lapa doce, Chapada Diamantina, Bahia.

No interior da gruta, as formações rochosas são verdadeiras obras de arte. Preserve!

Outros dois lugares que não abro mão de visitar, quando vou à Chapada, são: o Poço Azul e o Poço Encantado.

O Poço Azul, fica no município de Nova Redenção a 86Km de Lençóis e há taxa para visitação. Como é permitido entrar nas suas águas, cada visitante recebe material para flutuação. A melhor época para ver o raio azul é entre fevereiro e outubro.

Screenshot_20200204-230148__01
Poço Azul, Redenção, Chapada Diamantina, Bahia.

Já o Poço Encantado, fica no município de Itaetê, a 141Km de Lençóis e também há taxa para visitação. A diferença é que no poço Encantado não é permitido entrar na água e a melhor época para ver o raio é entre abril e setembro.

FB_IMG_1580835516656
Poço Encantado, Itaetê, Chapada Diamantina, Bahia.

Existem milhares de lugares especiais por toda a chapada. Nesse post, só relato uma parte dos lugares que visitei e que me encantaram. Mas, há muito mais, que relatarei num posto futuro.

A Chapada Diamantina é um lugar de gente simples, acolhedora, com uma natureza exuberante, uma energia indescritível e uma beleza ímpar.

Uma das coisas mais encantadoras são as inúmeras variedades de bromélias e orquídeas, ricas na região. É uma beleza sem fim!

Se você ficou louco pra conhecer esse paraíso, saiba como chegar:

Lençóis está a cerca de 400 quilômetros de Salvador e é a principal porta de entrada para a Chapada Diamantina que tem três formas de acesso, partindo de Salvador: 

  • Carro – Quem optar por viajar de carro, terá cerca de 4 à 5 horas de viagem, através da BR-116, ligando o Sul ao Norte da Bahia e pela BR-242, que faz a ligação do Leste ao Oeste do estado baiano. De Salvador faz-se o percurso para a Chapada Diamantina através da BR-324 até Feira de Santana e pela BR-116 até o entroncamento com a BR-242. Na BR-242 seguir até o acesso à cidade de Lençóis.
  • Ônibus – O terminal rodoviário de Salvador é que faz a ligação Salvador-Lençóis e tem ônibus diários. O tempo de percurso é de aproximadamente 7 horas.
  • Avião – existem 3 voos semanais, para Lençóis (terças, quintas e domingos). O vôo de Salvador para Lençóis dura cerca de 1h e o Aeroporto de Lençóis (Aeroporto Coronel Horácio de Matos) fica no distrito Coronel Otaviano Alves (BR-242) localizado a 20 quilômetros de Lençóis. Para se deslocar do aeroporto até o centro de Lençóis contrate o Transfer Receptivo Privativo, que estará à sua espera no Aeroporto na sua chegada.

Planeje sua viagem!

Viaje tranquilo para a Chapada Diamantina!

icon-saude

SEGURO DE VIAGEM
Faça o seguro saúde com a Seguro viagem online

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Veja os melhores preços para alugar um carro na Rental cars

icon-hotel

HOTEL
Reserve o seu hotel no Booking com cancelamento gratuito.

icon-hotel

HOTEL
Reserve o seu hotel no Booking com cancelamento gratuito.

 🟥 INGRESSOS

Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

📌 CÂMBIO

Pesquise as cotações oferecidas por diferentes casas de câmbio através da Melhor Câmbio ou envie dinheiro para o exterior sem taxas pelo Transferwise.

Texto: Lila Amaral.

 

2 comentários em “Chapada Diamantina – lugares imperdíveis na Bahia #2”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.