Curiosidades

Entendendo o território italiano

A Itália, assim como outros países do mundo, são divididos por regiões. Só que não são chamadas de Estados. É diferente do Brasil, onde as regiões são compostas por Estados e os mesmos compostos por cidades e municípios.

A Itália é uma República, dividida em vinte regiões. E dezenove das vinte regiões, são subdivididas em províncias. 

No Brasil,  usa-se a palavra capital, para se referir tanto à capital do país quanto às dos estados.

Na Itália existem duas categorias distintas: capitale é a capital do país e capoluogo, é a capital da região.

Exemplo: Roma é capitale da Itália e capoluogo da região do Lazio.

Observando o mapa, fica mais fácil entender.

312e12947e3dad410587455dfacf193a__01
Divisão geográfica da Itália.

Regiões autônomas da Itália:

Cinco regiões possuem estatuto especial que lhes garante ampla autonomia financeira e legislativa.

As regiões autônomas da Itália são:

  • Sicilia;
  • Sardegna;
  • Valle d’Aosta;
  • Friuli-Venezia Giulia;
  • Trentino-Alto Adige.

A região do Vale D’Aosta é a única que não é subdividida em províncias. Cada província é dividida em comunas (equivalente às cidades).

A introdução das regiões no ordenamento jurídico da Itália, se deu com a  Constituição da República Italiana de 1948, em seu artigo 114:

« La Repubblica si riparte in Regioni, Provincie e Comuni. » (A República se divide em Regiões, Províncias e Comunas).

Quando a Constituição de 1948 entrou em vigor, eram 19 as regiões da Itália, porém em 1963 a região até então chamada “Abruzzo e Molise” se separou em 2 regiões distintas: Abruzzo e Molise.

As 20 regiões da Itália:

Região Capital
Abruzzo Aquila
Basilicata Potenza
Calabria Catanzaro
Campania Napoli
Molise Campobasso
Puglia Bari
Lazio Roma
Marche Ancona
Toscana Florença
Umbria Perugia
Friuli-Venezia Giulia Trieste
Emilia-Romagna Reggio Emilia
Trentino-Alto Adige Trento
Veneto Veneza
Lombardia Milão
Liguria Gênova
Piemonte Turim
Valle d’Aosta Aosta
Sicilia Palermo
Sardegna Cagliari

Comunas de cada região:

Abruzzo – Aquila, Chieti, Pescara e Téramo.

Basilicata – Matera e Potenza.

Calabria – Catanzaro, Cosenza, Crotone, Régio da Calabria e Vibo Valentia.

Campania – Avelino, Benevento, Caserta, Napoles e Salerno.

Emilia-Romagna – Bolonha, Ravena, Ferrara, Forli Cesena, Módena, Parma, Placência, Régio da Emília e Rimini.

Friuli-Venezia Giulia – Gorizia, Pordenone, San Giorgio della Richinvelda, Trieste e Údine.

Puglia – Bari, Barletta Andria Trani, Brindisi, Foggia, Lecce e Tarento.

Lazio – Frosinone, Latina, Rieti, Roma e Viterbo.

Liguria – Gênova, Imperia, Savona e La Spezia.

Lombardia – Bérgamo, Bréscia, Como, Monza, Brianza, Cremona, Lecco, Lodi, Mântua, Milão, Pavia, Sondrio e Varese.

Marche – Ancona, Ascoli Piceno, Fermo, Macerata, Pesado e Urbino.

Molise – Campobasso e Insérnia.

Piemonte – Alexandria, Asti, Biella, Cuneo, Novara, Turim, Verbano Cusio Ossola e Vercelli.

Sardegna – Cagliari, Muito, Oristano, Sardegna do Sul e Sassari.

Sicília – Agrigento, Caltanisseta, Catânia, Ena, Messina, Palermo, Ragusa, Siracusa e Trapani.

Toscana – Arezzo, Florença, Grosseto, Livorno, Luca, Massa-Carrara, Pisa, Pistoia, Prato e Siena.

Trentino-Alto Adige – Bolzano e Trento.

Umbria – Perugia e Terni.

Valle d’Aosta – Aosta.

Vêneto – Belluno, Treviso, Pádua, Rovigo, Veneza, Verona e Vicenza.

p_1_2_9_5_1295-ASOGMIT01-Italy-Political-Map
Mapa político da Itália, fonte: https://graphiceducation.com.au/

Referência:

3 comentários em “Entendendo o território italiano”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.