Curiosidades

Astronomia e terraplanismo

Na minha ignorância, fui buscar auxílio para responder sobre essa questão, que tem circulado entre muita gente: o TERRAPLANISMO.

Screenshot_20200523-121750__01
Como seria a Terra, segundo os terraplanistas – um disco achatado.

Preciso entender o que é isso, porque de repente, deu um nó na minha cabeça.

Nicolau Copérnico foi um astrônomo e matemático polonês, que desenvolveu a teoria heliocêntrica do Sistema Solar. Foi também cônego da Igreja Católica, governador, administrador, jurista, astrônomo e médico. Enfim, um homem inteligentíssimo, tipo gênio.

Sua teoria do Heliocentrismo, que colocou o Sol como o centro do Sistema Solar, é considerada como uma das mais importantes hipóteses científicas de todos os tempos, tendo constituído o ponto de partida da astronomia. Partindo desse pressuposto, acredita-se que a Terra é redonda, ou mais especificamente, esférica. Pelo menos foi assim que todos aprendemos na escola.

Desde sempre, há muitas e muitas gerações, especula-se sobre fatos referentes ao espaço. Ainda é considerado um grande mistério, apesar de muitos avanços.

Estaria Copérnico certo? Ou errado?

Ao longo dos séculos, a teoria terraplanista sempre esteve presente de forma tímida. Só em 1956 com a fundação da Sociedade da Terra Plana, pelo britânico Samuel Shenton, a ideia ganhou forma (não arredondada, claro). Mas de onde esse cara tirou essa ideia? O que levou ele a pensar num planeta plano?

Basicamente, os terraplanistas consideram que a superfície da Terra é plana, que a Terra está parada (não se move), o Sol e a Lua seriam menores e mais próximos do que os cientistas dizem (e o Sol e a Lua se moveriam em seus próprios padrões). Mas que padrões?

Tem mais: a Terra seria achatada, um disco redondo de proporções indefinidas (o Polo Norte estaria no centro desse disco). As bordas da Terra seriam formadas por gelo – e isso seria a Antártida. Além disso, o que entendemos por circum-navegação seria apenas uma voltinha ao redor do Polo Norte. Mas o Polo Norte não está no centro?

Os negacionistas da ciência nada sabem da ciência que negam”, resumiu, em entrevista, o psicólogo e historiador de temas científicos Michael Shermer, americano que ficou mais conhecido como criador da revista e site Skeptic (cético, em inglês) e de livros best-sellers como “Por que as pessoas acreditam em coisas estranhas” (1997). “Na verdade, a maioria nada sabe do método científico. Acabam por se posicionar a respeito de estudos não por qualquer conhecimento científico, mas guiados por afiliações políticas. Por isso que liberais aceitam as mudanças climáticas, enquanto conservadores costumam não crer nisso. Assim como liberais são contra o uso da energia nuclear, enquanto conservadores a aprovam. No fim, trata-se de adotar uma posição pública a respeito de um assunto tão-somente para se afirmar como pertencente a uma tribo política”.

Me aprofundei um pouco mais no assunto e acabei concluindo que os terraplanistas, acreditam em teorias conspiratórias (não sei, baseados em que fatos) e acabei por me convencer que isso é uma grande maluquice.

Posso até estar enganada, mas quanto mais observo a linha do horizonte, mais me convenço que essa ideia é estapafúrdia. Quando olhamos um navio no mar, em algum momento ele desaparece. Se a terra fosse plana, ele continuaria sendo visto (óbvio que seria necessário o uso de um super binóculo ou aparelho capaz de ver a longa distância. Mas, o fato é que o navio desaparece mesmo. Isso só seria possível se a Terra realmente fosse esférica, como acredito que é.

A Terra é redonda ou plana?

Essa pergunta pode parecer ridícula para muitas pessoas, e sua resposta, óbvia. Ou talvez não?

A teoria de que a Terra é plana ganhou adeptos nos últimos anos, com a primeira conferência de “terraplanistas” realizada no ano passado nos Estados Unidos. Há inclusive celebridades de Hollywood que a defendem. E, apesar de haver muitas provas (gráficas e físicas) de que o nosso planeta é redondo, o debate ressurge com frequência.

Por isso, a fim de acabar com as especulações, o geofísico James Davis, da Universidade de Columbia, em Nova York, membro do Observatório Terrestre Lamont-Doherty, idealizou um cenário de como seria a Terra se ela fosse de fato plana, tendo como base pressupostos dos terraplanistas.

A gravidade

Quem acredita que a Terra tem a forma de um disco parte do pressuposto de que a gravidade exerceria sua força diretamente para baixo, mas não é assim que funciona esse fenômeno. Davis esclarece que, segundo o que sabemos sobre a força gravitacional, ela puxa tudo para o centro. Então, quanto mais longe do centro do disco, mais a gravidade puxaria as coisas horizontalmente. Isso teria efeitos estranhos, como sugar toda a água do mundo para o centro do disco, e fazer com que árvores e outras plantas crescessem diagonalmente, já que elas se desenvolvem na direção oposta à da gravidade. Caminhar também seria uma tarefa complicada, com uma força que nos empurraria rumo ao centro quando tentássemos chegar à borda do disco. Seria como subir uma encosta muito inclinada.

Pra mim, faz muito sentido.

O Sistema Solar

O modelo de Sistema Solar que prevalece hoje situa o Sol no centro deste conjunto, onde a Terra circula ao redor da estrela – graças a uma órbita que nos aproxima e nos distancia desse astro de acordo com a época do ano. Os terraplanistas colocam a Terra no centro do Universo, onde o Sol opera como uma lâmpada que irradia luz e calor de um lado a outro do planeta, mas não falam de uma órbita. Então, haveriam dias e noites, mas não haveriam estações: Verão, Inverno, Outono e Primavera.

Isso, sem contar as questões do magnetismo dos astros, órbitas e muito mais.

Alguns psicólogos têm feito estudos, sobre esses negacionistas e porque eles agem e pensam assim.

Uma pergunta? Como é que as pessoas, meios de transporte não caem, quando chegam na borda desse disco??? Segundo os terraplanistas, teria um paredão de gelo, barrando tudo. É muita pergunta sem resposta. E muita resposta sem noção.

Eu, particularmente, continuo acreditando na Terra esférica, até que me provem o contrário.

Screenshot_20200523-123859__01__01
Planeta Terra e seu satélite, a Lua.

Leia também:

 

Texto: Lila Amaral.

2 comentários em “Astronomia e terraplanismo”

  1. Muito bom o seu texto! De fato o que vejo “É muita pergunta sem resposta. E muita resposta sem noção.”… gostei dessas frases!

    Eu só faria uma pequena observação, e posso ter entendido errado, sem dúvidas: mas quando você diz que “quanto mais longe do centro do disco, mais a gravidade puxaria as coisas horizontalmente”, eu penso que talvez isso não acontecesse… A menos que houvesse uma força gravitacional oriunda de outro corpo espacial (o que curiosamente não é dito pelxs Terraplanistas) e a menos que eles afirmassem que existe uma força gravitacional que aponta para o centro do círculo (o que serviria de negação à própria teoria, que já é cheia de contradições), os corpos seriam menos atraídos a medida que estivessem mais para a periferia do círculo. Em outras palavras, a força gravitacional diminui com o quadrado da distância, quanto mais longe do centro de gravidade, menor é a força gravitacional (https://i.pinimg.com/originals/cb/56/c2/cb56c294fa0c5a9cf6966955a7432078.png) – o que sugere que os corpos flutuariam em vez de permanecerem no solo do planeta… mas, ainda assim, isso tudo é muito estranho. Isso explica também o fato de o corpo terrestre ser geoide, pois suas extremidades são atraídas para o centro pela força gravitacional, ao passo que parte é “deformada” pela força centrífuga – daí a terra não ser redonda totalmente esférica também.

    Não é uma critica ao seu texto, que está muito interessante mesmo. É só um detalhe de um ponto específico. Parabéns pela escrita!

    Caso tenha interesse, eu faço uma discussão em outro sentido, que tem a ver com a questão da terra ser plana. Está no meu canal no Youtube, e se chama “Por que a Terra é plana?”…

    Um abraço!
    (Se falei muita bobagem, pode desconsiderar esse comentário.)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, gostei muito do seu comentário. Tudo muito pertinente. Na verdade eu escrevi, porque li um post, que me levou a outro e como tudo hoje é cheio de fake news, fui buscar informações pra saber a veracidade e me deparei com esse tema. Na verdade, não sou especialista nesse assunto, sequer comungo dessa opinião. Acho que talvez eu tenha me expressado mal, por não ter domínio. Mas lembro um pouco das aulas de física e do professor chamando atenção para a questão da gravidade, pra explicar a força peso… então comecei a divagar e acabei escrevendo, mais pra ter esse tipo de complemento de informções. Obrigada mesmo. Vou dar uma olhada no seu canal. Até pouco tempo eu nem imaginava que esse tema estivesse sendo tão discutido e seguido até por gente”famosa”, não quer dizer que entenda do assunto 😂😂😂, mas daí a crer e seguir, são outros 500. Um abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.