Turismo, Viagens

Mangue Seco – dica de viagem – Brasil

Mangue Seco é uma pequena, mas super acolhedora, vila de pescadores e praia de mesmo nome em Jandaíra, município brasileiro da minha amada Bahia, na divisa com Sergipe.

FB_IMG_1593348053808__01__01__01
Travessia de veleiro, Aracajú/Mangue Seco. Fonte: acervo pessoal.

É a última praia no extremo norte do litoral baiano, fazendo divisa com o estado de Sergipe. Com uma população, que não ultrapassa 300 habitantes é o lugar ideal pra quem quer relaxar e se desligar da cidade grande.

Screenshot_20200628-162657__01__01
Mapa esquemático do litoral de Salvador a Mangue Seco, Sergipe.

A beleza do local foi retratada na novela Tieta, veiculada pela Rede Globo em 1989 e inspirada no romance Tieta do Agreste, do querido escritor, também baiano, Jorge Amado. Em Mangue Seco, o turismo acontece, basicamente, em torno de duas atrações: os passeios de Buggy, nas dunas da região que se movimentam de acordo com os ventos e o rio Real, cujas águas salgadas do mar, recebem pequenas embarcações que fazem paradas em atrações como a Ilha da Sogra.

Screenshot_20200628-185953__01__01
Ilha da Sogra, Sergipe. Fonte: acervo pessoal.

Diz a lenda que nesse pedaço de paraíso, a mãe da mulher de um pescador foi abandonada. Mas, a tal sogra conseguiu voltar para terra firme, sã e salva.

Screenshot_20200628-184408__01__01
Escuna que faz o passeio pra ilha da Sogra. Fonte: acervo pessoal.

É a bordo da escuna Gazella que se chega a este pedaço de terra, que em época de maré baixa serve como atracadouro. O visual da ilha é incrível, com cerca de um quilômetro de extensão.

Screenshot_20200628-190014__01__01
Ilha da Sogra, Estância, Sergipe. Fonte: acervo pessoal.

De um lado, banho de rio, do outro lado, banho de mar, onde a água é mais quente. Não há vegetação no local, apenas algumas rochas. Por mais que se olhe, só se vê  a linha do horizonte e a calmaria das águas da foz do rio Real.

Screenshot_20200628-185933__01__01
Banho de mar, na ilha da Sogra, Sergipe. Fonte: acervo pessoal.

A Ilha da Sogra é um banco de areia em formato de ferradura, que durante o dia é uma bela ilha deserta e, ao cair da tarde é coberto pelas águas.

No mesmo trajeto é possível apreciar a Praia do Saco, localizada no município de Estância, que já é Sergipe e considerada por publicações estrangeiras como uma das mais bonitas do mundo.

Já de volta para Mangue Seco, paisagens paradisíacas, também não faltam.

Os coqueiros Romeu e Julieta, famosos por serem palco para a abertura da novela Tieta, ainda tiveram direito a um clipe, feito pela cantora baiana, Daniela Mercury, da música O Amor de Julieta e Romeu, no mesmo local. É realmente um paraíso de quase 30km de praias.

Screenshot_20200628-145241__01
Coqueiros, Romeu e Julieta, nas dunas de Mangue Seco. Fonte: acervo pessoal.

Localizado ao lado da foz do Rio Real, o vilarejo de casas antigas fica entre uma praia de água doce e as ondas do mar, ou seja, você fica no meio de duas delícias: rio e mar.

Por causa da pequena infraestrutura, Mangue Seco é muito procurada para passeios de um dia a partir de Aracaju, Costa do Sauípe ou Praia do Forte.

Mas tem pousadas bem legais, assim como, restaurantes simples, na areia da praia. É um lugar sem luxo, pra curtir a natureza, caso prefira se hospedar na vila. Como fiquei 3 dias, decidi ficar na pousada ecológica O Forte e a simplicidade é encantadora. Pé na areia, muita rede pra relaxar, vegetação, céu e mar completam o cenário.

Quem fica na vila precisa caminhar para chegar até o mar, pelas dunas ou acompanhando a margem do rio. Ou contrata um bugueiro (aqueles caras que fazem passeios de Buggy), para fazer o transporte, combinando o horário de retorno. A pousada O Forte fica do lado do mar, então só precisa andar, se quiser ir curtir um pouco do vilarejo, que é bastante pitoresco.

O passeio de Buggy é muito top! Adrenalina pura, no sobe e desce das dunas. Então, independente de onde esteja hospedado, pra conhecer as praias e dunas, vai precisar contratar um bugueiro, porque é muita duna pra fazer a pé.

Localizada as margens do rio Real, na divisa da Bahia com Sergipe, Mangue Seco, está a 250 km de Salvador através da Linha Verde, uma via em excelente estado de conservação. No entanto, a forma mais prática de se chegar é via Aracaju.

Eu já fui pelos dois caminhos e ambos são tranquilos. Mas confesso que por Aracajú, foi mais emocionante, porque fui de veleiro até Mangue Seco e o passeio foi maravilhoso, mas sou suspeita pra falar, porque amo mar.

Com a inauguração da Ponte Joel Silveira, que atravessa o rio Vaza-Barris, pode-se seguir as praias via litoral Sul de Sergipe, seguindo-se a estrada até o Porto da Nangola.

Na ponte Gilberto Amado, no povoado do Porto do Mato é possível a travessia do rio Real, para Mangue Seco. Qualquer percurso que fizer, sempre será surpreendente.

As poucas ruas da vila, são cobertas de areia macia e branquinha, que forma uma paisagem composta de dunas e coqueirais. Não tem como não gostar de um lugar como Mangue Seco.

Por toda a margem, espalham-se pousadas, bares, restaurantes e casas de pescadores, criando uma boa estrutura de apoio para os turistas. Apesar de famosa, a pequena vila tem, na realidade, o nome verdadeiro de Santa Cruz da Bela Vista.

Mas, poderia se chamar: Paraíso na divisa entre Bahia e Sergipe.

Como é bom ficar na rede, olhando um mar lindo, escutando só o barulho das ondas e das aves e sentindo essa brisa deliciosa. É ou não um paraíso?

Screenshot_20200628-163655__01__01
Relaxando na rede. Mangue Seco. Fonte: acervo pessoal.

A culinária típica é imperdível. Muito simples, mas muito saborosa. Eu experimentei um pouco de tudo: moqueca de siri mole, caranguejo com pirão, mandioca em todas as versõe, suco de mangaba ( fruta típica do nordeste), doce de cajú em calda e a famosa tapioca, nas versões: salgada, com recheio de carne seca e doce, com recheio de doce de leite e queijo coalho.

O catado de aratu cozido na palha da bananeira e as cocadas de côco branco ou queimado, também fazem um sucesso absurdo. Se eu ficasse mais dias, ia sair rolando, de tanto comer.

É de lamber os beiços, como dizem os nativos.

A própria pousada que fiquei, monta uma espécie de quiosque improvisado, na beira da praia, pra atender quem não está hospedado.

Além de servir comidas e bebidas, serve pra fazer sombra, porque o sol é de rachar o bico. No final, todos agradecem.

Screenshot_20200628-145510__01__01__01

Depois de dias tão especiais e noites tranquilas, sem badalação, não posso esquecer de recomendar o por do sol de Mangue Seco. É um espetáculo à parte, que vai ficar na sua memória pra sempre.

Screenshot_20200628-145112__01
Por do sol em Mangue Seco. Fonte: acervo pessoal.

Eu cheguei em Aracajú, partindo do Aeroporto Luiz Eduardo Magalhães, em Salvador. Em 45 minutos de voo, já estava desembarcando. Do aeroporto Internacional de Aracajú, fui direto para Porto do Mato e de lá peguei um veleiro até Mangue Seco. Existem opções de lanchas mais rápidas, mas não vi necessidade, já que o percurso de veleiro, só dura entre 20 e 30 minutos.

A volta é tão tranquila e rápida, quanto a ida.

FB_IMG_1593348021774
Vista de Aracajú, do avião. Fonte: acervo pessoal.

Foi sensacional passar esses dias, num lugar tão encantador. A gente percebe que a simplicidade é uma coisa que só agrega. Nada de frescura, nada de etiqueta. Só pernas pra cima, mar e muito azul!

FB_IMG_1593348080039
Meus pezinhos número 33, agradecendo por ficar em absoluto descanso. Fonte: acervo pessoal.

Então? É ou não um lugar imperdível?

Leia também:

Planeje sua viagem!

Viaje tranquilo para Mangue Seco!

icon-saude

SEGURO DE VIAGEM
Faça o seguro saúde com a Seguro viagem online

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Veja os melhores preços para alugar um carro na Rental cars

icon-hotel

HOTEL
Reserve o seu hotel no Booking com cancelamento gratuito.

 🟥 INGRESSOS

Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

📌 CÂMBIO

Pesquise as cotações oferecidas por diferentes casas de câmbio através da Melhor Câmbio ou envie dinheiro para o exterior sem taxas pelo Transferwise.

Texto: Lila Amaral.

3 comentários em “Mangue Seco – dica de viagem – Brasil”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.