Sentimentos, Viagens, Vida real

Viajar é terapia

Eu já escrevi milhares de vezes, o quanto eu amo viajar.

Basta passear pelo meu blog, pra ver o quanto tenho andado pelo mundo afora.

1594910955992__01Foram muitas culturas, idiomas, crenças e experiências totalmente diferentes, que me trouxeram muito conhecimento, mas me trouxeram muito prazer.

Mas, o que muita gente não sabe é que viajar, pode ser uma terapia e que pode trazer inúmeros benefícios, inclusive à saúde mental e física.

Há uns anos atrás, eu tive um problema, que muita gente diz que é doença de rico, que é frescura, mas não é.

Eu trabalhava que nem uma louca, não tirava todos os dias de férias, a que tinha direito e acabei com uma estafa. Acordava cansada, sem ânimo, parecia que tinha uma bola de ferro amarrada nos pés e até o mais improvável aconteceu, perda de apetite. Logo eu, que amo comer. Aí fiquei preocupada.

Procurei um neurologista e ele me recomendou o afastamento do trabalho, por um período mínimo de 3 meses, para me tratar, porque a estafa pode causar inúmeros danos, inclusive AVC, infarto e até a morte.

Eu fiquei em casa, mas minha cabeça estava no trabalho. Eu não desligava o bendito botãozinho. Sem contar o povo que não parava de me ligar. Ou seja, eu tava em casa, mas tava trabalhando e a mente cansada, destrói seu corpo.

Voltei ao médico e ele me aconselhou a viajar, desligar celular, só me comunicar com família e amigos o necessário, pra dar notícias e tal.

Eu segui à risca as ordens médicas e pra minha surpresa, em uma semana, já era outra pessoa. Melhorei tanto, que nem queria mais voltar.

Pra entender melhor é preciso conhecer nosso cérebro e como as emoções são reproduzidas por ele.

A DOPAMINA é um neurotransmissor que está ligado às funções associadas à sensação de prazer e bem-estar.

Esse fato se deve à ativação que a dopamina realiza no sistema límbico, conhecido como o circuito de recompensa do sistema nervoso (desse linguajar médico, não entendo nada). Ele controla o comportamento emocional e está, diretamente ligado à manifestação de percepções sensoriais.

Sair da rotina, mudar de ares, entrar em contato com a natureza, conhecer uma nova cultura, novas pessoas, ter diferentes experiências, das que temos no cotidiano, tudo é muito mais do que simples  vivências.

É uma TERAPIA.

Ao viajar, seu cérebro entende o momento como algo positivo e prazeroso, liberando a dopamina.

Por isso ao viajar você se sente mais leve, mas disposto, menos cansado e consequentemente, mais feliz.

Eu posso afirmar que é 100% verdade, porque eu tive uma overdose de dopamina e fiquei viciada.

Parece futilidade para uns, desculpa pra não trabalhar, mas só quem já passou por situação semelhante é que pode avaliar.

Essa estafa, hoje eu digo que foi minha melhor amiga, porque depois dela, criei mais gosto ainda por viajar.

Então, minha sugestão: viaje mais, aproveite os momentos de lazer, de relaxar, de desligar e se conectar com outras vibes e deixar nossa amiga dopamina, fazer seu trabalho.

Viajar também possui relação direta com a diminuição das chances de depressão, doenças emocionais, mau humor e muitas outras coisas ruins.

Portanto, adote este estilo de vida como terapia para uma vida mais saudável e feliz.

FB_IMG_1594553192612__01
Fonte: Google.

Leia também:

Por mais dias viajando!

Carpe Diem!

Texto: Lila Amaral.

13 comentários em “Viajar é terapia”

  1. É muito fácil ficarmos restritos quando nos dedicamos muito a um trabalho ou algo do tipo. Acho que você, assim como eu, deve gostar de dar o melhor de si em tudo o que faz e é nessa hora que pode ficar perigoso se afogar em si mesmo.
    Acho que é por isso que quando descobrimos a magia que é viajar nos apaixonamos. Acho que viajar faz o nosso mundo crescer e enxergamos que a vida é muito mais que um trabalho e deadlines a cumprir.
    Compartilho muito dessa sua paixão e fico feliz que ela tenha te ajudado a se curar.
    O pós quarentena nos espera rs 😉

    Curtido por 1 pessoa

    1. Nossa eu era workaholic total. Mas hoje, valorizo o trabalho, tenho responsabilidade, mas não priorizo. Preciso estar bem, física, mental e emocionalmente para produzir. Não gosto de fazer trabalho pelo meio. Me dedico, mas hoje não abro mão de férias por dinheiro nenhum, nem por ninguém. Depois que peguei o gosto, tá difícil de abrir mão✈️✈️✈️

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.