Turismo, Viagens

Gramado e Canela – dica de viagem – Brasil

Gramado é uma cidade influenciada pelas colonizações, alemã, italiana e portuguesa, com características culturais, que transformaram a vila construída por volta de 1875 nessa acolhedora cidade, chamada carinhosamente de ‘Suíça Brasileira’.

Pórtico de entrada da cidade de Gramado, Rio Grande do Sul.

Por causa do seu clima temperado, arquitetura tipicacamente europeia, gastronomia baseada na cultura dos imigrantes e manifestações culturais, Gramado tem no turismo a base da economia e ostenta com orgulho, o título de segundo destino turístico, mais procurado no país. Eu fui lá conferir e amei!

As belas hortênsias, famosas e abundantes na região. Gramado, Rio Grande do Sul.

Gramado é sede do concorrido Festival de Cinema, que movimenta a Serra Gaúcha, todos os anos, no mês de agosto. Com paisagens belíssimas, em seu entorno, a cidade é um conjunto de lindas casas em estilo colonial europeu, ruas cheias de jardineiras, repletas de hortênsias e parques com a vegetação predominante na região, araucárias e pinheiros, que contribuem para formar esse cenário encantado.

Mas não é apenas pelas belezas de cartão postal que a região atrai tantos visitantes.

Com a combinação de compras, uma gastronomia de primeira e muita festa, Gramado não é destino só de uma estação.

Realmente, durante o inverno a cidade fica mais aconchegante, dando a oportunidade de desfrutar do calor das lareiras e saborear deliciosos foundes. com vinho, um bom chocolate quente, ou pra que curte, o bom e velho chimarrão. Eu não sou amante, mas experimentei, pra matar a curiosidade.

Experimentando o Chimarrão, bebida típica do Sul.

Mas, nas outras épocas do ano, também há festas temáticas e vários eventos, além dos irresistíveis chocolates, que são as estrelas durante o ano inteiro.

De novembro a janeiro, a decoração natalina, faz do Natal Luz um evento imperdível.

Natal Luz, Gramado, Rio Grande do Sul.

Gramado preserva suas origens através de tours, que retratam os costumes de seus fundadores. Assim como na bela vizinha Canela, a apenas sete quilômetros de distância.  Os roteiros, claro, incluem degustação de produtos típicos como, linguiças alemãs, queijos e os famosos vinhos, das vinícolas familiares, com direito a almoço e passeio nos parreirais. É um charme, principalmente, no inverno.

Para quem tem pouco tempo e não conseguirá visitar as vinícolas de Bento Gonçalves ou Caxias do Sul, uma boa pedida é a Vinícola Ravanello. O passeio começa nos parreirais e segue para os tanques de fermentação, decantação e estocagem, passando também pelas barricas de carvalho. No final tem degustação e visita à lojinha.

Eu visitei também, a Vinícola / Cantina Tonet, em Caxias do Sul. Um passeio imperdível!

Falando nas delícias, não deixe de saborear o café colonial nos estabelecimentos espalhados pela cidade, são mais de 80 itens entre receitas doces e salgadas. Os mais pedidos são, as famosas Cucas e o Struddel.

Meu roteiro em Gramado e Canela, incluiu vários pontos turísticos, porque não tem como deixar de ir em tudo que puder. Cada atração foi uma novidade. Confira o tour.

O que fazer em Gramado:

  1. Lago Negro

O nome do lago de águas escuras, se refere às árvores plantadas a sua volta, trazidas da região da Floresta Negra, na Alemanha. Ao redor, uma pista de cooper sombreada por pinheiros é ideal para caminhadas, corridas ou, passeios de bike. Aproveite o passeio de pedalinho para apreciar as hortênsias e as azaléias que colorem o parque o ano inteiro. É uma belezura!

2. Mini Mundo

O Mini Mundo é um parque ao ar livre com mais de 3000m² de área, onde estão espalhadas mais de 150 réplicas, perfeitas, de vários lugares do mundo, feitas em escala 1:24, ou seja, 24 vezes menor, que o tamanho real, com trens em movimento, pessoas, carros, animais, edifícios, ruas, aeroporto e até pessoas famosas. É um espaço pra adultos, mas as crianças é que ficam loucas. Tem lojinha de presentes, parque, com personagens fantasiados e quiosques, pra lanche. Definitivamente, voltei a ser criança.

3. Museu Hollywood Dreams Car

A coleção de automóveis clássicos reúne cerca de trinta modelos originais das décadas de 20 a 60, em excelente estado de conservação.

Os destaques ficam por conta do Cadillac conversível de 1953, o Ford Victória conversível de 1956, o Rolls Royce 1962 e o Jaguar 1949, além das 15 motos Harley-Davidson, a maioria dos anos 60.

Sem contar a fachada, com um Cadillac rosa, saindo de dentro do museu. É muito lindo.

Pra quem é amante de carros, como eu é um passeio e tanto.

4. Harley Motor Show

O Harley Motor Show é um pub, super descolado, com uma decoração muito legal As motos Harley Davidson são um show a parte.

Vale a pena conhecer e tomar um chopp típico do Sul e ouvir um bom rock apreciando as belas máquinas e todo o visual. Como eu não gosto de chopp, preferi um suculento hamburguer, bem no estilo american food.

5. Parque Gaúcho

O Parque Gaúcho é o único parque temático do mundo que resgata a formação e evolução do Gaúcho e seus costumes. O empreendimento possui uma infraestrutura completa de cultura, gastronomia e lazer. Numa área imensa, o parque conta com o Memorial do Gaúcho, Lanchonete temática, Arena de doma, galpão mirim (um espaço lúdico que ensina tradições gaúchas para as crianças), horta orgânica e herbário.

Outro atrativo do empreendimento é a Cidade dos Gaúchos, o espaço temático interativo apresenta os principais tipos de habitação do interior dos Pampas, no século XVIII.

No restaurante, são servidas muitas delícias, como a sopa de legumes orgânicos e o pão campeiro, com manteiga fresca, carnes assadas na parrila, arroz-de-carreteiro e abóbora caramelada feitas no fogão à lenha. É um espetáculo de bom.

Atenção: as delícias acima são servidas apenas nos finais de semana, durante o Almoço Campeiro. De segunda a sexta, o cardápio é à La carte.

Parque Gaúcho, Gramado, Río Grande do Sul.

6. Museu Medieval

O Museu Medieval em Gramado é muito bonito e bem cuidado. Pra quem gosta de genealogia, o dono do lugar sabe tudo do assunto, e você pode descobrir o brasão e a origem de sua família a partir de livros especializados. Os brasões podem ser reproduzidos e levados para casa. Se quiser uma foto a caráter, por uma taxa simbólica vc vira um personagem medieval.

Vale muito a visita, na Av. das Hortências, após o Sesc, primeira rua à direita, Rua Julio Hanke. Na alta temporada diariamente das 10:00 às 18:00 fechando para almoço de 12:00 às 13:30 e na baixa temporada às 5ª e 6ª, das 13:00 às 18:00 e Sábados e Domingos das 10:00 às 12:00 e 13:30 às 16:00.

7. Igreja do Relógio

A linda igreja luterana é um dos cartões-postais da cidade por conta de seu cenário.

O templo construído em 1961 é chamado de Igreja do Relógio, localizado em um dos pontos altos da cidade, sobre um jardim de hortênsias, faz com que pareça pousada sobre um buquê de hortênsias azuis. A principal atração da igreja é o sino, que foi fundido em 1826 na Alemanha, e os relógios em 1954, que podem ser admirados no topo da torre que possui quatro faces. A igreja pode ser visitada diariamente das 14 às 18 horas, com entrada franca.

Igreja do relógio, Gramado, Río Grande do Sul.

9. Matriz de São Pedro

Uma das construções mais bonitas e centrais da cidade, a igreja tem fachada formada por mais de 70 mil pedras de basalto. No interior, o estilo romano divide a atenção com os vitrais artísticos. No entorno, o Largo da Igreja reúne esculturas de apóstolos, fontes, um relógio com termômetro e um belo paisagismo, onde as pessoas se reúnem.

Matriz de São Pedro, Gramado, Rio Grande do Sul.

10. Reino do Chocolate

O Reino do Chocolate é o 1º espaço temático de chocolate do Brasil, inaugurado em 2008 pela Caracol. Somos recepcionados por um coelho gigante de chocolate. Depois fazemos um tour, dentro do espaço, pra conhecer a história do chocolate e voltamos no tempo, até os povos Astecas. O chic é muito mais antigo do que imaginamos.

Você também pode conhecer a Mini Fábrica, onde é feito a produção do chocolate em tempo real e fazer seu chocolate personalizado. É muito legal. Na cafeteria algumas das poltronas são em formato de xícaras e as mesas são tabletes de chocolate. Tudo é muito saboroso e o cheiro do chocolate é uma terapia. A gente sai de lá, totalmente desestressada, com a overdose de chocolate.

De todas as lojas de chocolate que visitei em Gramado e Canela, essa é a que tem maior variedade de produtos, todos com direito a degustação. Nessa viagem, consegui engordar 3 kg em 07 dias. Mas não foi nenhum sacrifício, faria tudo outra vez.

Reino de Chocolate, Gramado, Rio Grande do Sul.

A apenas sete quilômetros de distância de Gramado, a pequena Canela, não tem a badalação da ilustre vizinha, mas acolhe uma natureza intocada e repleta de muita beleza. São dezenas de parques cheios de araucárias, que oferecem atividades para todos os estilos de visitantes, dos contemplativos aos mais aventureiros.

Só o percurso entre Gramado e Canela já é um ponto turístico, com um um visual lindíssimo e lugares interessantes para dar uma paradinha pra conhecer, como o Paradouro Florybal, que eu não conheci, porque inaugurou em 2018 e nessa época eu já morava na Irlanda. Mas é uma loja com um deck todo decorado, com vista para o Vale do Quilombo e venda de chocolate a granel.

A rede Florybal, tem várias outras lojas temáticas, espalhadas por Gramado e Canela, com degustação de chocolate, que é uma coisa imperdível.

Paradouro Florybal, entre Gramado e Canela, Rio Grande do Sul. Fonte: Google.

O que fazer em Canela:

  1. Parque do Caracol

Um lugar maravilhoso, com certeza um dos lugares, que mais gostei de visitar.

Seguindo o passeio pela trilha de acordo com o mapa do parque, no final tem uma lanchonete onde cadeiras e mesas estão dispostas, entre a vegetação e é possível relaxar um pouco e tomar um lanche, embaixo das copas das árvores.

O parque tem uma ótima estrutura (restaurante, banheiros, sinalização, mirante, lojas de artigos artesanais e lembranças). 

Centro de Artesanato do Parque Caracol, Canela, Rio Grande do Sul.

A cachoeira do Caracol foi considerada uma das 12 mais belas do Brasil. A queda vertical de 131 metros de altura cai do rio depois de muitas curvas, daí o nome, caracol e pode ser vista do alto, por um elevador panorâmico de 360° de vista de todo o parque (com custo) e o uso de binóculos. Vale a subida, porque a vista é espetacular.

2. Parque Vale da Ferradura

O parque Vale da Ferradura, está localizado a 13 km do centro de Canela. É um lugar que proporciona ao turista, total integração com a natureza, com mirantes para o deslumbrante Vale da Ferradura, para a Cascata do Arroio do Caçador e Rio Santa Cruz, que forma a ferradura que dá nome ao lugar.

Parque Vale da Ferradura, Canela, Rio Grande do Sul.

A vista privilegiada da cascata do Arroio Caçador, o verde e o ar puro são complementos perfeitos para as 4 trilhas, 3 mirantes e a estrutura de 8 churrasqueiras, playground e lanchonete.

Existem diferentes opções de mirantes, para curtir a vista e fotografar.

Mirante Vale da Ferradura;

É o principal mirante do Vale. Dele você aprecia a vista da Cascata do Arroio Caçador e tem uma visão geral.

Mirante do Vale do Arroio Caçador;

Proporciona uma vista impressionante do vale do Arroio Caçador. O acesso é por uma trilha rápida, cerca de 2 minutos de caminhada.

Mirante da Cascata do Arroio Caçador;

Proporciona uma vista impressionante da cascata do Arroio Caçador. Aqui você desce 50 metros e a trilha é um pouco mais íngreme, mas com uma vista sensacional.

Vale da Ferradura, Canela, Rio Grande do Sul.

3. Mundo a Vapor

Mundo a Vapor é um parque temático, onde existem máquinas a vapor em tamanho real e em miniatura (a coisa mais fofa que já vi). É um passeio gostoso, mas também educativo.

O parque é conhecido por sua fachada, onde foi reconstituído em tamanho real o famoso acidente ferroviário acontecido em Paris, em 1895, quando uma locomotiva desgovernada cruzou em alta velocidade a estação de Montparnasse.

O parque foi construído na década de 1950 por uma família que trabalhava em oficina mecânica e hoje encanta adultos e crianças, principalmente com as miniaturas, que são incríveis.

Entre as miniaturas estão:

  • Olaria: 
  • Usina Termelétrica;
  • Fábrica de Papel;
  • Fábrica de Erva Mate.

O legal é que cada máquina funciona de verdade. Eu até hoje tenho o mini tijolo e uma mini telha de barro, de quando visitei. É muito legal!

Mundo a Vapor, Canela, Rio Grande do Sul.

4. Churrascaria Garfo e Bombacha

A Churrascaria Garfo e Bombacha é uma atração à parte para quem viaja a Gramado e Canela. Ela fica em Canela e é uma churrascaria temática que mostra toda a origem e tradição gaúcha.

A grande atração da churrascaria é o show gaúcho à noite. A entrada, alguns acham salgada, atualmente, está R$195,00 por pessoa. Mas esse valor da Noite Gaúcha, incluí, música ao vivo, o show de dança gaúcha e um buffet livre. Você pode comer o quanto quiser e quanto aguentar. Não vou mentir, eu saí de lá empanturrada.

O serviço é self-service, onde você vai até o buffet e escolhe o que quer comer para acompanhar o costelão assado por 8 horas, na vala. O buffet incluí, entradas, todas as carnes, acompanhamentos, saladas e sobremesas. Achei o valor equivalente à qualidade, desde a reserva, até a saída. O atendimento é excelente e as carnes, não tem igual!

Se tem uma coisa que gaúcho sabe fazer e churrasco.

Churrascaria Garfo e Bombacha, Canela, Rio Grande do Sul.

5. Catedral de Canela

A Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes, mais conhecida como Catedral de Pedra, na verdade não é uma Catedral. A Igreja Nossa Senhora de Lourdes é uma paróquia e uma grande atração turística da Serra Gaúcha.

Seu estilo é o gótico inglês. A igreja possui uma torre com 65 metros de altura, e um carrilhão de 12 sinos. Em seu interior destacam-se três painéis que são telas pintadas e os lindos vitrais, que representam a Ladainha de Nossa Senhora. O altar, cujo tema é a Santa Ceia, é uma obra de arte esculpida em madeira. A igreja é muito linda.

Foi candidata a uma das Sete Maravilhas do Brasil.

Catedral de Pedra, Canela, Rio Grande do Sul.

Gramado e Canela, fazem parte da Rota Romântica, juntamente com a cidade de Nova Petrópolis. Então fiz um bate volta, pra conhecer essa cidade muito linda. São 30 minutos de Gramado até Nova Petrópolis. Como sugestão do que conhecer, segue a dica:

A cidade é pequena e rapidinho se conhece tudo.

  • Cervejaria Edelbrau, considerada a melhor da Serra Gaúcha, com suas cervejas artesanais;
  • Parque Aldeia do Imigrante, todo preservado de mata nativa é um espaço que comemora a imigração germânica, com aldeia temática, shows folclóricos, lojas, restaurantes e espaços pra caminhadas, em meio à mata;
  • Praça das flores ou Praça da República, onde fica o Labirinto Verde, todo feito de plantas;
  • Ninho das Águias, onde o pessoal dos esportes radicais, faz voos de parapente, mas também dá pra desfrutar da vista e um belo por do sol, no Verão.
Labirinto Verde, Ninho das Águias e o pórtico de entrada da cidade. Nova Petrópolis, Rio Grande do Sul.

Outra rota que eu fiz, foi a dos Vinhedos, que inclui as cidades de Garibaldi, Caxias do Sul e Bento Gonçalves, região conhecida como, “pequena Itália”

Essa rota é perfeita para quem adora vinhos e boa gastronomia, não é à toa que ela é conhecida como a “Toscana Brasileira”.

A região do vale dos vinhedos é cheia de queijarias, vinícolas, arquitetura colonial, tipicacamente italiana, tudo num cenário bem bucólico, com paisagens lindas e uma gente muita educada e receptiva.

Eu paguei esse tour, que dava direito ao transporte de ida e volta, em ônibus turístico, passeio na locomotiva Maria Fumaça, com paradas em Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barboza, para degustação de vinhos diferentes e apresentação de teatro, dentro do trem, uma parada na fábrica da Tramontina, pra quem quisesse fazer compras, com preços bem acessíveis e uma degustação de vinhos, seguida de almoço italiano, na Cantina Tonet (falei no início do post). Essa sopa de capeletti é simplesmente, divina.

Cantina/Vinícola Tonet, Caxias do Sul, Rio Grande do Sul.

Durou um dia inteiro o tour e super valeu a pena, porque mesmo que eu optasse por alugar um carro, tem muito vinho no passeio e não dá pra dirigir depois. Além de não ter que se preocupar com mapa, estrada e ter que ficar procurando os endereços.

Que passeio legal e divertido, que foi o na Maria Fumaça. Super recomendo. Os vinhos e sucos de uva Garibaldi, são servidos à vontade nas paradas onde são feitas a degustação. Todos muito simpáticos, alegres, enfim, um passeio para recordar e deixar saudades.

Passeio na Maria Fumaça, Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul.

Quando fui fechar a viagem, já tinha decidido que queria ficar hospedada na Pousada Vovó Carolina, porque é extremamente tradicional, com café da manhã colonial e fica na Av. das Hortências, no coração de Gramado. Não é um hotel 5 estrelas, mas tem tudo que é preciso: conforto, boa localização, atendimento excelente e o café da manhã, que é um espetáculo à parte. Eu super recomendo.

Pousada Vovô Carolina, Gramado, Río Grande do Sul.

Existem várias opções de restaurantes, muito bons em Gramado e Canela, mas se quiser experimentar a típica comida alemã, vá ao Restaurante Fritz Haus. Tem comida pra todo gosto, com um preço justo. Os pratos mais comuns são: joelho de porco, carne de javali, mix de linguiças, batatas (em todas as versões possíveis), e claro, não pode faltar o Struddel de sobremesa. Pra quem come muito é o lugar perfeito, porque não tem economia nos pratos, mesmo no serviço à la carte, pelo contrário, são porções bem generosas. O ideal é cada um pedir um prato e sair beliscando um pouco de cada coisa.

Pra quem gosta de cerveja ou chopp, as opções são muitas. Eu experimentei a cerveja preta, que é muito gostosa.

Recomendo, porque é tradicional, o preço é proporcional ao excelente atendimento e à qualidade da comida.

Restaurante Fritz Haus, Gramado, Rio Grande do Sul.

E aí, esse roteiro de viagem não é o máximo? Não dá a sensação de estar em dois países ao mesmo tempo? Eu me senti com um pé na Alemanha e outro na Itália. Gostei tanto da Serra Gaúcha, que fui duas vezes.

Planeje sua viagem!

Leia também:

Viaje tranquilo para Gramado e Canela!

icon-saude

SEGURO DE VIAGEM
Faça o seguro saúde com a Seguro viagem online.

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Veja os melhores preços para alugar um carro na Rental cars

icon-hotel

HOTEL
Reserve o seu hotel no Booking com cancelamento gratuito.

🟥 INGRESSOS

Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

📌 CÂMBIO

Pesquise as cotações oferecidas por diferentes casas de câmbio através da Melhor Câmbio ou envie dinheiro para o exterior sem taxas pelo Transferwise.

Texto: Lila Amaral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.